A Mensagem de Salvação Plena

A Mensagem de Salvação Plena

Eu tenho lindas memórias da igreja em Moçambique e das maneiras pelas quais ela moldou a minha vida. A Igreja do Nazareno em Moçambique investe bastante tempo no ensino e na pregação de santidade. Uma semana ou semanas de reavivamento de santidade eram normais e pretendiam reacender o interesse, a paixão e a prática de santidade bíblica tanto do coração quanto da vida. Tais reavivamentos focavam em três áreas: graça preveniente, graça salvadora e graça santificadora.

Com o passar dos anos, eu testemunhei vários desses reavivamentos em Moçambique, mas um desses me marcou. Naquele encontro, eu testemunhei a transformação de um homem cuja família e a comunidade não pensavam que haveria esperança para mudança na sua vida. A história desse homem incluía abuso de substâncias, violência doméstica, bruxaria e adoração de ídolos (adoração de ancestrais) e muito mais. Sua esposa e filhos tinham começado a vir para a igreja e um de seus filhos orava sinceramente pela salvação de seu pai. Numa noite, durante a semana de reavivamento, ele entrou na igreja — não porque ele tinha planejado se unir a nós na adoração, mas porque ele estava com raiva da sua família e ele queria lidar com isso ali, envergonhando eles bem ali. Ele estava bêbado e não tinha as melhores coisas para dizer.

O pregador deixou suas anotações e calmamente se envolveu em uma conversa com ele. Era entretenimento para muitos de nós; mas no final dessa troca, o homem se sentou. De repente ele ficou quieto e mais atento à Palavra. Quando a mensagem terminou, ele se uniu às pessoas no altar. Ele clamou a Deus por Sua salvação. Finalmente, ele tinha um grande sorriso em seu rosto e disse: “Acabou. Hoje eu escolho uma nova vida. Eu buscarei essa vida nova enquanto eu viver”.  

Meu pai, o Rev. Manuel Chambo (Tshambe) era o pregador. Ao chegar ao final do culto, ele disse: “É lindo testemunhar a transformação na vida das pessoas quando elas respondem à graça de Deus para perdoar seus pecados”. Então, ele acrescentou: “Porém, há mais que Deus quer fazer em nossas vidas. A mensagem para nós e para o nosso mundo é que Deus nos convida para um relacionamento santo com Ele. Temos que ser o povo santo de Deus. Isso é possível através do perdão dos nossos pecados e do trabalho de Deus em nossas vidas para nos dar vitória sobre o pecado”. É claro que ele estava fazendo um pouco de promoção para garantir que nós voltaríamos nas noites seguintes.

Meu pai entendia que um relacionamento santo com Deus era viver em relacionamento exclusivo com Deus—um relacionamento que não se abre para associação com coisas que são contrárias a santa natureza e caráter de Deus. Deus convida todas as pessoas para um relacionamento santo com Ele. Somente Deus pode nos santificar, pois Ele é santo.

Em 2 Coríntios 6:14 – 7:1, Paulo escreve para a Igreja para dizer que agora que você está em Cristo, suas vidas devem ser compatíveis e estarem em harmonia com a sua identidade em Cristo. Viva uma vida santa. Seja leal a Deus. Ame a Deus com tudo que há em você. Não adore ou seja devoto a outros deuses ou forças. Paulo está simplesmente dizendo, como seguidores de Cristo, que não podemos continuar vivendo da mesma maneira que vivemos quando estávamos nas trevas.  

É razoável pensar que Paulo estava preocupado com os seguidores de Cristo que continuavam a ser atraídos por práticas pagãs. Sendo assim, Paulo queria que eles soubessem que o estilo de vida de santidade era incompatível com o dos pagãos. Pessoas de santidade são chamadas para deixar de viver como pessoas idólatras e imorais.

As boas notícias são que é possível viver nesse mundo e ter poder para superar a tentação de participar no pecado. Vida Santa é possível para todos aqueles que estão em Cristo, porque o próprio Deus torna isso possível quando entregamos nossas vidas para Ele. Deus nos deu esse lindo presente e Ele nos capacita a viver como pessoas santas.

Bem, o homem que eu mencionei no início do artigo – com o passar dos anos, eu vi sua vida mudar. Eu o vi crescer na sua caminhada com o Senhor e eu testemunhei sua família conhecer uma nova pessoa e desfrutar de uma estação de paz. Esse homem se tornou uma nova criação. Seus pecados foram perdoados. Ele conheceu e experimentou a graça santificadora de Deus. A trajetória de sua família mudou, porque ele recebeu o dom do perdão do pecado e a libertação do domínio do pecado.

Essa verdade bíblica de salvação plena é o que o nosso mundo precisa. Não podemos oferecer nada menos que isso.

Fili Chambo é superintendente geral da Igreja do Nazareno.

Holiness Today, Janeiro/Fevereiro de 2021

 

Public

Similar news

Dez, 05, 2022
Nov, 10, 2022